terça-feira, 30 de novembro de 2010

Família


Aí esta, esta senhora do meio é minha Avó (vulgo Vovó) e estes são alguns dos seus netos, incluindo eu "o bendito fruto entre as mulheres". A família não é lá uma Brastemp, não é a mais perfeita, mas com toda a certeza é a mais feliz!

Brincadeira é coisa séria

Nossa família encara tudo na brincadeira, achamos que os problemas são um modo de evoluir e aprender algo, é por isso que buscamos ver o lado positivo das coisas ou até rir das situações que a vida nos impõe. Bom, somos assim, doa a quem doer! Digamos que somos felizes ao extremo de alegrar velórios, rsrsrsrs, brincadeira!

Prova disto é que minha mãe recebeu a notícia de que estava com câncer de mama, doença que assola muitas famílias, na nossa não foi diferente, foi difícil encarar os fatos e ainda é, mas tudo isso nos traz situações um tanto quanto engraçadas e que gostaria de dividir com vocês, aí vão elas:

Quando minha mãe soube da notícia de que teria que retirar o seio ela disse:

- Justo agora que eu ganhei uma porção de sutiãs novos!

- Vou ter que usar um sutiã parecido com um tapa-olho!

Questionada se teria que fazer radioterapia ela emendou:

- Sim, e já vou aproveitar para fazer jornalismo também!

Ela ainda olhou para mim e comentou:

- E agora como eu vou arranjar um namorado!

È com esta alegria que eu quero vê-la durante os longos anos da minha existência.

sábado, 27 de novembro de 2010

Diálogo

Bom, certa feita em uma reunião familiar na casa de minha Avó, meu Tio Marcio ofertou a minha Tia Sueli um galão de tinta, muito interessada, Tia Sueli perguntou:
-A tinta é para interior? (Questionando se a tinta poderia ser utilizada na parte externa de sua casa)
De forma abrupta Tia Preta mais do que depressa retrucou:
-Não, a tinta é dos EUA. Dã...